Perseguição: Sargento PM NADSON é transferido para São Luís

  
Uma nota que circula nas redes sociais, tem chamado atenção dos moradores de Bacabal. A nota em forma de protesto e revolta afirma que o Sargento Nadson (15º BPM) foi transferido para capital do estado.

A motivação da transferência seria por uma “necessidade de serviço”.

Mas, o sentimento expresso nas redes sociais é de incompreensão com tal decisão. Logo agora que a cidade ainda respira um ar de vulnerabilidade pelo assalto ao Banco do Brasil ocorrido no último domingo (25), um dos policias mais aguerrido da cidade é simplesmente tirado do seio familiar e obviamente da área de atuação onde presta relevantes serviços enquanto Policial Militar.

Sargento Nadson é o nome temido pela bandidagem e admirado pela sociedade bacabalense. Com inúmeras prisões importantes e várias bocas de fumo estouradas, é também sempre muito solicito mesmo quando de folga. Na verdade, o que se esperava por parte do Comando Geral da PM e do Governador Flávio Dino, era mais uma graduação ao Sargento ou pelo menos o reconhecimento pela operacionalidade que tem a frente das ocorrências policiais.

Perseguição

A nota explica que as perseguições sofridas pelo PM são na esfera pessoal, e, sua origem se dá, em razão do “sistema”. Mesmo levando em consideração a missão do PM que tem o dever de servir e proteger a sociedade do nosso estado mesmo que com o risco da própria vida e, em qualquer município, fica evidentemente claro que a transferência do Sargento Nadson tem um peso disciplinatório e reprovativo.





Popular